Atividade inserida no Projeto “Inteligência Artificial: da Lógica às Humanidades” (CNPq).

Existe atualmente um foco significativo sobre as possíveis questões éticas, de segurança e legais em relação às aplicações da IA. Precisamos, de um lado, compreender e lidar com tais preocupações para moldarmos o futuro a longo prazo, mas também, de outro lado, não devemos ignorar os benefícios sociais que a IA de fato pode oferecer. Em ambos os casos, é preciso ressaltar aos alunos a perspectiva de que nossas ações hoje podem moldar o futuro da IA.

Junto a várias vantagens, as tecnologias de IA podem gerar riscos e aspectos negativos, derivados de seu uso malicioso ou do aprofundamento das desigualdades e divisões. Precisamos de políticas e estruturas regulatórias internacionais e nacionais para garantir que essas tecnologias emergentes beneficiem a humanidade como um todo. Precisamos de uma IA centrada no ser humano! 

Introdução

“A Inteligência Artificial pode ser uma grande força para o bem social, porém isso depende em parte de como moldamos essa nova tecnologia e das perguntas que utilizamos para inspirar os jovens pesquisadores.”

5 coisas que você precisa saber sobre a IA

(texto adaptado de UNESCO, “Elaboration of a Recommendation on the ethics of artificial intelligence”)

1

Em muitos países, a IA provou seu valor no enfrentamento da pandemia de COVID-19

Ferramentas de IA ajudaram a desacelerar o impacto econômico da crise, e foram fundamentais ajudando pesquisadores a analisarem grandes quantidades de dados na corrida para encontrar uma vacina ou tratamento. A IA participou para conter a disseminação do vírus por meio do desenvolvimento de novas tecnologias de teste e rastreamento. Por outro lado, como as pessoas estão dando acesso aos seus dados pessoais, o uso de IA durante esta pandemia reabriu as preocupações com relação à privacidade, proteção de dados e o uso de dados além das necessidades de rastreamento do vírus.

1
2

O crescimento impulsionado pela IA provavelmente será altamente desigual

A concentração das tecnologias de IA nas mãos de poucos países de alta renda provavelmente deixará os países em desenvolvimento para trás. Este último não se beneficiará ou se beneficiará muito pouco das tecnologias de IA e não terá propriedade de tais tecnologias.

2
3

A IA contribui para ampliar as disparidades de gênero existentes

Apenas 22% de todos os profissionais de IA são mulheres. Por estarem sub-representados na indústria, preconceitos de gênero e estereótipos estão sendo reproduzidos nas tecnologias de IA. Não é por acaso que assistentes pessoais virtuais como Siri, Alexa ou Cortana são “mulheres”, exemplificando como a IA pode (continuar a) reforçar e disseminar o preconceito de gênero em nossas sociedades.

3
4

IA pode ser uma ferramenta poderosa para lidar com as mudanças climáticas e questões ambientais

À medida que o planeta continua a aquecer, os impactos das mudanças climáticas estão piorando. Ao coletar e analisar dados, os modelos alimentados por IA podem, por exemplo, ajudar a melhorar a gestão do ecossistema e a restauração do habitat, essenciais para diminuir o declínio das populações de peixes e animais selvagens. Por outro lado, a extração de dados consome quase 10% da energia global. Portanto, também é essencial abordar o alto consumo de energia da IA e o consequente impacto na emissão de carbono.

4
5

A IA não pode ser uma “terra sem lei”

A IA já está em nossas vidas, direcionando nossas escolhas, muitas vezes de maneiras que podem ser prejudiciais. Existem alguns vazios legislativos em torno do setor que precisam ser preenchidos rapidamente. O primeiro passo é chegar a um acordo sobre exatamente quais valores precisam ser consagrados e quais regras precisam ser cumpridas. Existem muitas estruturas e diretrizes, mas são implementadas de maneira desigual e nenhuma é verdadeiramente global. A IA é global, por isso precisamos de um instrumento global para regulá-la.

5

Atividades

Sede das atividades presenciais